|

Guidu traz dicas de como viajar gastando pouco


Guidu traz dicas de como viajar gastando pouco .

Rede social de entretenimento montou uma lista de sugestões para que as pessoas consigam conhecer outros lugares, mesmo que o orçamento esteja apertado .

Viajar, conhecer outros lugares, culturas e pessoas diferentes é sempre muito bom. O que acontece, é que muitas pessoas pensam que para viajar é necessário ter dinheiro sobrando.

Para provar que é possível conhecer lugares diferentes gastando pouco, o Guidu – www.guidu.com.br - guia online, em formato de rede social, com conteúdo colaborativo, onde os próprios usuários dão dicas e fazem os comentários dos estabelecimentos, todos isentos de opiniões formadas pelos tradicionais críticos, preparou uma lista de dicas que podem facilitar muito a vida daqueles que pretendem viajar e economizar.

1 – Antecedência – Preparar a viagem antes é muito importante. Evite viajar em meses como dezembro, janeiro, junho e julho, que são períodos de alta temporada e os valores ficam mais salgados. Lembre-se também que o quanto antes você comprar as passagens, mais em conta elas sairão para o seu bolso.

2 – Carona amiga – Nunca deixe o carro no estacionamento do aeroporto, pois contar com este facilitador costuma sair muito caro. Se não puder bancar um taxi, peça para algum familiar ou amigo te levar. E não esqueça: é educado pagar a gasolina da pessoa que aceitar lhe fazer este favor, afinal, a economia deve valer para todos.

3 – Arrumando a nécessaire – Para viagens internacionais, leve uma nécessaire com shampoo, condicionador, sabonete, aparelho de barbear/depilar, escova e pasta de dente, pente para cabelos, cortador de unhas, cotonetes e todos esses produtos básicos para higiene pessoal. Eles costumam ser muito mais caros fora do Brasil. É claro que quase tudo citado acima pode ser oferecido pelo hotel, mas dependendo de onde você se hospedar, esses artigos serão considerados de luxo. E cá entre nós, é bem melhor conhecer museus, praças e restaurantes do que ficar rodando pelas farmácias e supermercados da cidade.

4 – Alternativa para hospedagem – Se você acha os valores de hotéis muito caros, prefira se hospedar em hostels, um tipo de albergue frequentado principalmente por jovens dispostos a dividir o quarto com desconhecidos. É claro que você pode optar em ficar hospedado em quartos para duas, três ou até 15 pessoas, tudo vai depender do quanto estiver disposto a pagar, quanto mais pessoas, mais barato!

5 – Faça o habitual - Evite ao máximo transparecer que você é turista, isso poderá atrair a atenção de pessoas mal intencionadas. Caminhar pelas ruas com um mapa aberto, máquina fotográfica no pescoço e a carteira cheia de dinheiro não é seguro em parte alguma do mundo.

6 – Planeje sua rota – Tente conferir o melhor caminho pela internet ou pergunte aos funcionários do local em que tiver hospedado. Deixar uma corrida nas mãos de um taxista provavelmente lhe custará mais caro! Arrisque-se também a usar o transporte público, em algumas capitais internacionais eles funcionam 24h por dia e oferecem bastante conforto. Além dos ônibus, metrôs e trens, andar a pé ou alugar uma bicicleta pode ser um programa bem saudável e divertido.

7 – Atente-se aos cardápios – Alguns lugares costumam ter preços diferentes para residentes e turistas. Em Buenos Aires, por exemplo, a cerveja Quilmes pode custar 15 pesos para um argentino e 30 pesos para um turista. É bom ficar sempre atento.

8 – Roupa suja... – Para economizar durante a viagem, esqueça as lavanderias. Compre você mesmo um sabão próprio para isto e lave tudo que possível na banheira ou pia, caso sejam peças pequenas, melhor ainda.

9 – Moedinhas - Só troque dinheiro em casas de câmbio, nunca confie em pessoas que anunciam este tipo de serviço pelas ruas da cidade. Evite também usar apenas notas de valores altos, prefira sempre ter dinheiro trocado no bolso. É bom também ficar sempre atento com o troco que receber e informar o valor da nota antes de entregá-la nas mãos de alguém, isso evitará que tentem tirar proveito da situação ou apliquem golpes.

Para conferir dicas de entretenimento, lazer, cultura, música e diversão, acesse: http://blog.guidu.com.br/

Sobre o Guidu:
O Guidu chega ao mercado para se tornar a maior rede social de entretenimento colaborativo, onde os próprios usuários opinam para os que buscam explorar o melhor da cidade, com diversidade e sinceridade de opiniões. Na rede social, é possível encontrar e compartilhar os melhores bares, casas noturnas, restaurantes e filmes em cartaz. Desenvolvido por Paulo Veras, criador do primeiro guia online, o “Guia SP”, e por Marcus Andrade, especialista em internet e entretenimento, o Guidu já conta com resenhas que abordam as quatro opções de diversão e 400 mil usuários. A rede social está presente em São Paulo e no Rio de Janeiro. O portal irá, em breve, expandir sua atuação para Belo Horizonte e Curitiba. Para se divertir, conhecer novos ambientes, interagir com mais pessoas, e começar a curtir a cidade do seu jeito, o Guidu é o lugar certo. Para mais informações, acesse: www.guidu.com.br

Twitter:http://www.twitter.com/guidu facebook:http://www.facebook.com/guidu

Fonte: Guidu










The Manhattan Reporter

Arquivo

Labels / marcadores