|

EUA buscam fortalecer o turismo de olho na classe média de Brasil e China

http://f.i.uol.com.br/folha/mundo/images/12019462.jpeg

Gabriel Bueno .

WASHINGTON - O presidente dos EUA, Barack Obama, assinou nesta quinta-feira, 19, uma ordem executiva com o objetivo de fortalecer o turismo no país. Obama fez um discurso nesta tarde na Walt Disney, na Flórida, para tratar do tema. Um dos alvos das mudanças introduzidas por Obama é o turista do Brasil.

O documento firmado por Obama prevê que o governo simplifique e acelere o processo de visto para os turistas, reduzindo o tempo do processo em 40%, além de expandir um programa que permite agilizar a liberação de viajantes pré-aprovados e que representam baixo risco para a segurança norte-americana. O presidente toma a medida como parte de uma campanha mais ampla, para mostrar que faz todo o possível para estimular a economia.

"A América está aberta aos negócios. Quanto mais turistas visitarem a América, mais norte-americanos voltarão ao trabalho", disse Obama em pronunciamento em frente ao castelo da Cinderela.

A ordem executiva pede aos ministérios envolvidos que preparem em 60 dias um plano para que pelo menos 80% dos turistas brasileiros e chineses que solicitam visto ao país sejam entrevistados no prazo de três semanas após o pedido, salvo exigências de segurança.

A Casa Branca afirmou em comunicado que pretende estimular o turismo nos EUA, tendo como alvo a crescente classe média em países como China, Índia e Brasil. A Casa Branca diz que turistas chineses e brasileiros têm gastado entre US$ 5 mil e US$ 6 mil em cada viagem aos EUA.

O turismo representa 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano e garante 7,5 milhões de empregos. Segundo a Casa Branca, projeções mostram que mais de 1 milhão de empregos podem ser criados nos próximos 10 anos, caso os norte-americanos ampliem sua participação no setor de turismo global.

"Todo ano, dezenas de milhões de turistas de todo mundo vêm e visitam a América. E quanto mais gente visitar a América, mais americanos voltarão ao trabalho", afirmou o presidente no comunicado, mais cedo.

A escolha de Obama pela Flórida parece ser notoriamente política, já que o Estado deve ser um importante campo de batalha para a disputa presidencial ainda este ano. Em alguns dias, o oposicionista Partido Republicano realiza sua primária nesse Estado. A Casa Branca, porém, negou essa intenção política, notando que a região é uma das principais zonas turísticas do país.

Fonte:

Foto: Jewel Samad/France Presse










The Manhattan Reporter

Arquivo

Labels / marcadores

◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share

Publicidade






Eventos


Accelerate Brazil




InfraBrasil 2013




Recently Added

Recently Commented