|

Brasileiros são os que mais gastam no sul da Flórida




Os brasileiros são os estrangeiros que mais gastam no sul da Flórida, cerca de US$ 1,5 bilhão ao ano, quantia que pode aumentar com as facilidades anunciadas na última quinta-feira (19) pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para concessão de vistos para brasileiros e chineses.

Leia mais:

Obama anuncia medidas para facilitar visto dos EUA a brasileiros
Nova York quer facilitar visto para turistas brasileiros

"Neste ano, a expectativa é superar a quantia de US$ 1,5 bilhão", revelou à agência Efe o presidente da Câmara de Comércio do Brasil na Flórida, Saulo Ferraz.

Obama esteve na quinta-feira na Flórida para anunciar um plano de turismo que pretende fomentar o emprego no país ao mesmo tempo em que abre as portas aos viajantes do Brasil e da China, que terão agilizados seus trâmites para conseguir um visto.

"Os brasileiros adoram visitar a Flórida, mas até agora dificultávamos a entrada", afirmou Obama, detalhando que a demanda de vistos de brasileiros aumentou 42% em 2011.

Ferraz reconheceu que "o número de pedidos de vistos estava crescendo demais e uma solução precisava ser encontrada", ao mesmo tempo em que expressou sua confiança em que este anúncio "melhore a situação".

Segundo ele, os brasileiros viajam aos EUA para fazer turismo e compras e Miami e os arredores atraem muito por "serem locais relativamente próximos, 7h30 de voo".

"Olhando pelo tema econômico, (os brasileiros) são pessoas que gastam e compram muito", comentou Ferraz, para quem o perfil do brasileiro que vai aos Estados Unidos fazer compras não é "de classe alta".

Há alguns anos "somente as pessoas das classes mais altas podiam vir, mas agora não é mais assim. Basta ir a qualquer shopping pra ver que está lotado de brasileiros. Esse é o termômetro que mais exemplificou a presença de turistas do país nesta cidade", explicou.

Enrique Silva, um turista brasileiro que está de férias em Miami, comentou à Efe que está na cidade "para fazer compras".

Silva comentou que o Brasil não está sentindo os efeitos da crise econômica, já que "a economia brasileira é estável e isso ajuda a atrair investidores estrangeiros".

Maria Eugenia Kireff, outra brasileira de férias em Miami, visitou a cidade "para fazer um pouco de turismo e aproveitar o entretenimento do sul da Flórida".

Reconheceu que tinha encontrado muitos brasileiros pelas ruas e brincou dizendo que, "se continuar assim, a primeira língua de Miami será o português".

Conforme a Câmara de Comércio, os brasileiros deverão ser os estrangeiros que mais gastam em Miami e no restante do sul da Flórida em 2012, o que já ocorreu no ano passado e em 2010, quando o Brasil desbancou o Canadá da primeira posição da lista do Miami Travel Bureau.

Fonte:










The Manhattan Reporter

Arquivo

Labels / marcadores

◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share

Publicidade






Eventos


Accelerate Brazil




InfraBrasil 2013




Recently Added

Recently Commented