|

Governo acompanha operação nos aeroportos



Brasília, dezembro de 2011 - A Secretaria de Aviação Civil está monitorando diariamente a movimentação nos aeroportos brasileiros e a execução da operação de fim de ano, anunciada no início do mês após a reunião da Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero).

Avaliação parcial até o dia 20 de dezembro demonstra que o crescimento médio no movimento das aeronaves, em relação ao mês de dezembro de 2010, é de 9,6%. A média de atrasos superiores a 30 minutos, até essa data, está em 14,6%, índice 30% menor que em 2010. A expectativa do governo é que, somente em dezembro, mais de 16 milhões de passageiros embarquem nos aeroportos brasileiros, número 12% superior à média do ano e 13,6% maior que o mesmo mês do ano passado.

Entre as medidas adotadas para a operação especial de fim de ano estão a adoção a melhoria da infraestrutura aeroportuária, a ampliação do acesso à informação pelos passageiros, o reforço de pessoal nos aeroportos e a gestão operacional integrada.

Infraestrutura e equipamentos

Em 2011, cinco aeroportos da rede Infraero receberam módulos operacionais (estruturas similares a salas de embarque/desembarque que oferecem mais conforto aos passageiros): Viracopos (SP), Guarulhos (SP), Vitória (ES), Goiânia (GO) e Cuiabá (MT). Somente em Viracopos, os módulos operacionais permitiram a ampliação da capacidade em 2,5 milhões de passageiros/ano. Em Guarulhos, essa estrutura permitiu expansão da capacidade do aeroporto em 1 milhão de passageiros, passando para 24,9 milhões anualmente. Em toda a rede da Infraero, foram criadas 2.747 novas vagas de estacionamento de veículos nos aeroportos.

Em Guarulhos, a Infraero concluiu a reforma e ampliação dos setores de embarque e desembarque internacional do aeroporto, aumentando o espaço destinado à Polícia Federal para conferência de passaportes e o nível de conforto dos passageiros. No Galeão, a Infraero concluiu a instalação do ALS (Sistema de Luzes de Aproximação) da cabeceira 15 de uma das pistas de pouso e decolagem do aeroporto.

Esse equipamento permite que operações de pouso sejam realizadas com mais segurança, mesmo durante a noite ou em condições atmosféricas adversas. Também no Galeão, a Infraero instalou quatro novas esteiras de restituição de bagagem no desembarque internacional do terminal de passageiros 1. Também foram adquiridos micro-ônibus, elevadores veiculares para adaptação de micro-ônibus, veículos operacionais, carrinhos de bagagens, pórticos, aparelhos de raio-X.

Acordo com as empresas aéreas

As principais companhias aéreas firmaram o compromisso com a redução do tempo de espera de check-in e de restituição de bagagens. Para isso, as empresas aumentarão as equipes de atendimento, ocupar todas as posições de check-in nos horários de pico, incentivar o check-in pela internet e o uso de totens de auto-atendimento nos aeroportos, praticar o endosso de passagens entre as empresas, além de evitar a prática de overbooking. Aeronaves reserva estarão à disposição.
Fiscalização

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) intensificou sua atuação nos principais aeroportos brasileiros neste final de ano, entre 15 de dezembro e 04 de janeiro de 2012. Além do reforço na fiscalização, a Agência designou equipes para prestação de informações aos passageiros. No total, estão sendo mobilizados 620 servidores-turno, entre inspetores de aviação civil e técnicos, que têm trabalhado nos horários de maior fluxo em cada um dos seis aeroportos mais movimentados: Brasília (DF), Confins (MG), Guarulhos (SP), Congonhas (SP), Galeão (RJ) e Santos Dumont (RJ).

As equipes gerenciais da ANAC fazem plantão durante todo o período e acompanham em tempo real o movimento dos aeroportos, por meio de uma sala de situação equipada com computadores que retransmitem imagens de diversos pontos dos aeroportos.

Atendimento ao passageiro

Como parte da preparação da operação fim de ano, a ANAC realizou palestras para representantes das empresas aéreas e para o operador aeroportuário com objetivo de unificar as orientações prestadas aos passageiros e de informar os aspectos enfatizados na fiscalização durante a operação. Também foram feitas reuniões prévias de preparação das equipes mobilizadas, que receberam orientações de como atuar no período.

Um dos focos da fiscalização, além dos direitos dos passageiros, são os pontos de atendimento presencial que as companhias estão obrigadas a oferecer nos aeroportos onde cada uma delas movimenta mais de 500 mil passageiros ao ano. A ANAC informa ainda que, para registrar manifestações na ANAC, os passageiros contam com atendimento 24h por meio do telefone gratuito 0800-725-4445, inclusive em inglês e espanhol, ou pela internet www.anac.gov.br/faleanac.

A Infraero contratou 321 empregados das áreas de segurança aeroportuária, operações, navegação aérea e manutenção. A empresa fará ajustes na escala de serviço para reforçar a equipe de trabalho nos aeroportos e turnos de maior movimento operacional. “Posso ajudar?” – Funcionários da Infraero usando coletes amarelos reforçam as informações e orientações aos passageiros. Ao todo, cerca de 200 funcionários estarão nos principais aeroportos da rede, auxiliando principalmente quem viaja pela primeira vez. O serviço funciona 24 horas nos aeroportos que funcionam em período integral.

A Polícia Federal (PF) vai aumentar as equipes disponíveis nos aeroportos de Brasília, Guarulhos, Galeão, Salvador e Porto Alegre. Todas as cabines de migração estarão em operação com o objetivo de agilizar o fluxo de passageiros. A Receita Federal também vai intensificar sua atuação nos aeroportos do Galeão e Guarulhos.

Dicas para passageiros e acompanhantes nos aeroportos:

• Antes de ir ao aeroporto, a Infraero recomenda que o passageiro confirme seu voo com a empresa aérea. Uma vez no aeroporto, o passageiro deve ficar atento ao horário do seu voo e ao número do portão de embarque.
• Em caso de atraso ou cancelamento de voos já no aeroporto, o passageiro deve procurar a empresa aérea e, se necessário, um representante da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) ou o Juizado Especial nos aeroportos que contarem com as unidades de atendimento.
• Para outras informações, o passageiro deve procurar funcionários do aeroporto identificados com colete amarelo e logo da Infraero ou se dirigir ao Balcão de Informações da Infraero.

Acesse o Guia do Passageiro no link:
http://www2.anac.gov.br/arquivos/guia/novoGuiaPassageiro.pdf

Fonte:










The Manhattan Reporter

Arquivo

Labels / marcadores