|

Azul Linhas Aéreas lança concurso cultural para marcar seu aniversário de três anos




Ação premiará os 40 melhores depoimentos com o tema “Voar pelos céus do Brasil” .

São Paulo, dezembro de 2011 – A Azul Linhas Aéreas Brasileiras está fazendo um concurso cultural para marcar o mês em que comemora seu aniversário de três anos. A ação, que envolve a página da companhia no Facebook e website, premiará os 40 melhores depoimentos sobre o tema Voar pelos céus do Brasil, com maquetes dos aviões da Azul.


Para participar, os interessados devem acessar a fan page da Azul (www.facebook.com/AzulLinhasAereas) e clicar em “curtir”. Feito isso, o aplicativo do concurso estará disponível e o depoimento pode ser escrito. Além de premiados, os melhores depoimentos irão estrelar na capa do site da Azul. Aviso importante: Os depoimentos não podem conter o nome da Azul Linhas Aéreas. Use a sua criatividade e concorra!


O regulamento do concurso está disponível na fan page da companhia.


Sobre a Azul


Com três anos de operações, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras conecta 42 destinos - 41 cidades, com mais de 350 voos diários. Somando-se às oito linhas de ônibus, são 47 cidades brasileiras conectadas pela companhia. A Azul já ultrapassou a marca de mais 13 milhões de clientes transportados desde sua fundação. Atualmente opera uma frota de 34 jatos modelo 190 e 195 da Embraer e 8 ATR 72-200 e 1 ATR 72-600. O papel da empresa é estimular o tráfego aéreo e dinamizar a economia brasileira por meio de uma equação tão simples de entender quanto difícil de imitar: preços baixos com alta qualidade de serviços.


O sucesso da companhia é atestado pelos prêmios “Melhor Empresa Aérea do Brasil” pela revista Viagem e Turismo e revista Avião Revue, “One of the 30 World’s Hottest Brands” pela Advertising Age de Nova York, eleita a melhor companhia aérea low-cost da América Latina pela Skytrax World Airline Awards – premiação reconhecida como referencial de excelência no setor aéreo e “One of the world´s 50 most innovative companies” pela revista Fast Company.


Fonte:











The Manhattan Reporter

Arquivo

Labels / marcadores