|

Venda de viagens atrasa e prazos são alongados

A CVC, a maior operadora de turismo do País, colocou à venda 1 milhão de pacotes turísticos para embarque até o carnaval de 2012. É o maior volume de pacotes turísticos já anunciado pela empresa em 39 anos de atividade.

Quem compra o produto até o fim deste mês, pode parcelar o pagamento em até 12 vezes sem acréscimo. Se protelar o primeiro pagamento para o ano que vem, o parcelamento máximo cai para seis vezes. No ano passado, o financiamento máximo era de até dez vezes e volume de pacotes ofertados, menor: 800 mil.

Valter Patriani, presidente da operadora, admite um certo atraso nas vendas de pacotes de fim de ano. Mas atribui o ritmo mais lento ao clima. "Neste ano, o calor demorou a chegar e o brasileiro, ao contrário do europeu, compra viagens pela sensação térmica. Quer ir para a praia quando está calor e para montanha, quando esfria."

Já o presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagens (Abav), Carlos Alberto Amorim Ferreira, diz que houve certo represamento das vendas em setembro, quando a cotação do dólar disparou.

"O turismo perdeu o ritmo um a dois meses atrás e deixou todo mundo nervoso. Agora estamos voltando à rotina." Mesmo assim, ele observa que as projeções de crescimento para o ano foram revistas de 20% para 15%. "Pode haver uma ligeira queda", prevê.

Na análise do economista-chefe da LCA Consultores, Bráulio Borges, o ritmo mais lento de vendas das viagens turísticas, atribuída a alta do câmbio, faz sentido até mesmo no caso dos pacotes nacionais.

É que o preço das passagens aéreas domésticas são afetados pelo dólar por causa do custo querosene, que é dado pelo mercado internacional em dólar, internalizado pelo câmbio. Também o custo do arrendamento mercantil internacional dos aviões sofre a influência do câmbio. / M.C.

Fonte:










The Manhattan Reporter

Arquivo

Labels / marcadores

◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share

Publicidade






Eventos


Accelerate Brazil




InfraBrasil 2013




Recently Added

Recently Commented